O que é Depressão?

Depressão é um estado conjunto de dor física, psíquica, mental e espiritual. É um cruel ciclo, onde o desespero e a solidão se mantém presente o tempo todo.  🙁

É Buscar saídas sem encontrar. Sentimento profundo de extrema tristeza, mas uma tristeza que dói na alma e no coração, muitas vezes sem nenhum motivo aparente.

É como se algo injetasse veneno no corpo incessantemente. Um sentimento de inutilidade, sensação de que nada mais vale a pena….nem mesmo se abaixar para pegar algo que caiu no chão. depressao

Creio que, por experiência própria, um excesso de tentativas frustradas durante a vida se acumulam no subconsciente. O medo de tentar outra vez vai sendo cada vez mais frequente. Vamos atribuindo muita coisa ao azar…nos tornamos pessimistas. Quando vemos as outras pessoas acertando sempre enquanto acumulamos frustrações e fracassos, passamos a acreditar em destino, maldição, etc.

Ajuda? muitas vezes os psiquiatras nos fazem de cobaias, receitando todo tipo de medicamento pra ver se conseguimos alguma melhora….temos que pagar caro por isso, no bolso e na saúde. Um tratamento frustrante pode acabar piorando mais ainda a situação.

A depressão nos humilha, pisa na alma, nos acorda em meio à madrugada, nos causa pânico e uma incessante vontade de chorar. Nem sempre, no entanto, temos a sorte de conseguir converter todo esse sofrimento em lágrimas e o resultado dessa dor sem escape é uma implosão massacrante, que se reflete em olheiras, rugas, cabelos brancos, palidez, perda de apetite ou compulsão em comer…ansiedade, ansiedade, ansiedade!!!

Luta desesperada por luz, paz, alívio…..felicidade…..

Anseia-se por algo que vai se tornando em nossas mentes cada vez mais impossível, cada vez mais utópico…

A depressão, enfim, é a perda momentânea da esperança. Nenhum remédio pode ser melhor do que lutarmos para mantermos a esperança. É ter que lutar sozinho contra algo que as pessoas só compreenderiam se pudessem sentir, por alguns instantes, o mesmo que sentimos.

Há graus e graus de depressão, mas aquela considerada a menor, pode se tornar fatal a depender de quem a sinta. Cada universo mental reage e administra de uma forma peculiar, intrínseca, particular…..não se julga a depressão!

LUTAR, INISISTIR, ADMINISTRAR…..ESPERAR…SEMPRE!!!!

_________________________________________________________________________

Você tornou-se intolerante nos últimos anos?

Não aguenta mais ouvir buzina de carro, som do vizinho, festejos alheios, choro de criança, dentre outros ruídos? Frequentemente começou a ter dores de cabeça, dor nos ombros, irritabilidade em excesso…nervosismo e até mesmo ódio por coisas que eram antes apenas chatas?

Cuidado! isso revela ansiedade extrema por coisas que nunca dão certo e a intolerância avisa que você está no seu limite.

Consequências prováveis: pressão alta, pãnico, isolamento, tristeza e, por fim, depressão!

Faça uma auto-análise e um retrospecto de como você era há alguns anos e como você está hoje. A prevenção é tudo em todas as situações da vida.

LUTANDO CONTRA A DEPRESSÃO

Sigo lutando contra a depressão desde os 16 anos de idade, pelo que me lembro, decorrente de um acidente de moto que me fez perder emprego e comprometer de vez relacionamento familiar que já não era lá muito bom.

Juventude rebelde, uma perna esquerda limitada por cirurgias fracassadas, vontade de viver e curtir a vida e nenhuma vontade mais de estudar ou trabalhar duro. Resultado: Rock’n Roll, cigarro, drogas, bebida e noitadas. Vieram as primeiras síndromes de pânico, pensei que estava enlouquecendo. Na década de 80 ninguém falava nisso. Os efeitos das drogas potencializavam o pânico. Por sorte o medo foi maior que qualquer vicio e passei a controlar apenas a maconha de vez em quando. Como dizia o Raul, maluco beleza. Mas os anos se passaram e as frustrações e fracassos se acumularam em todos os setores da minha vida.

º

Escolher curtir primeiro pra depois correr atrás, foi um erro fatal. Não que eu não tivesse tentado todo tipo de trabalho e estudo, às duras penas, diga-se de passagem, mas eu poderia ter feito muito mais…..me acomodei com roupas usadas e rasgadas, dinheiro de cerveja, cigarros dos outros, sexo de vez em quando em qualquer lugar isolado. Eu tinha ainda uma alegria de viver que superava facilmente qualquer tipo de adversidade. As depressões daquela fase até os 30 anos eram suprimidas por sonhos de conquistas, esperança certa de atingir o alvo a qualquer momento, afinal era jovem ainda, me diziam que eu era inteligente, criativo, etc. Quando estava angustiado, sem rumo, depressivo sem saber porque, ia pra um Bar e tomava sozinho 5 ou 6 cervejas. Ficava sonhando, me imaginando bem sucedido….era uma sensação boa mas que tinha um efeito colateral fortíssimo durante a ressaca. A depressão vinha em dobro. Dois dias depois, porém, já estava recuperado, planejando novos empreendimentos.

º

Mas, vieram os 35 anos e nada mais disso amenizava as crises depressivas. Já não queria mais beber sozinho como antes. Comecei a dizer às pessoas sobre o sofrimento que sentia, mas era como se eu fosse um morto tentando falar com os vivos sem ter resposta. Ninguém poderia imaginar a sensação horrível de solidão e angustia que eu sentia.

º

Dor forte no peito, que o medico disse não ser dor física…..sentimento de inutilidade, vazio e pesado ao mesmo tempo, desânimo, dores no corpo…depressao Nesse ínterim, dos 20 aos 30, tentei religião, tomei remédios, chás, ouvi todo tipo de conselho, sugestão e fiz minhas auto-analises, criei minhas filosofias. Nada de resultado definitivo. A sequência de fracassos sem fim, a consequente falta de dinheiro e dependência escrava de um ciclo cruel, me fez chegar ao fundo do poço. Suicídio por que? se eu teria de morrer um dia de qualquer jeito….tinha que seguir lutando!

º

A única saída que encontrei, embora ainda não esteja hoje, de certa forma, realizado aos 45 anos, foi começar a praticar o domínio da mente. Visto que o cérebro é uma fonte que determina todos os nossos passos robóticos, entendi que teria que atacar a fonte de todo esse mecanismo escravizador. Que a vida em si não faz sentido, isso não é nenhuma novidade. Os babacas são felizes porque simplesmente ignoram esse fato. Há talvez um gene neles que o fazem desaperceber que a vida é composta por morte, velhice e tragédias.

º

Eles, sem querer, contribuem para a depressão daqueles que filosofam demais, se aprofundam demais nos anseios espirituais e psíquicos, pois por observarmos a alegria radiante nestas pessoas, nos sentimos inferiores por não sermos capazes de encararmos a vida como eles encaram. Mas, lembre-se, o mundo realmente não é o carnaval que eles imaginam ser. São os seres mais hipócritas e iludidos deste mundo de fome e miséria. Nossa “superioridade” diante deles tem um preço altíssimo, verdade. Somos considerados pessimistas, ao invés de realistas, sofremos com nossos conflitos internos, temos insônia, pânico, TOC, etc. Ponto pra eles? talvez. Deus um dia dirá (ou não) O fato é que o alvo a ser atingido chama-se EQUILÍBRIO.

º

Tentemos todos os dias, com ou sem vontade, fazer exercícios de respiração, caminhadas, musculação, natação, meditações, dieta sadia. sempre com pensamento positivo!” Haja como se estivesse lutando contra um Golias…use a pedra da sua imaginação! Faça disso tudo um hábito diário. Isso tem de ser cobrado de você mesmo com rigor. Lembre-se que se você está lendo isso aqui, é porque tem acesso a um computador, coisa que bilhões de pessoas não tem nesse mundo de miséria. Ah, mas você poderá estar dizendo: “poxa, tenho que basear minha felicidade na desgraça alheia?” A resposta é SIM!!!!! Você, depressivo amigo, não imagina a sorte que possui na vida.

º

Tudo nesse mundo é relativo e depende de ponto de vista. O que é bom pra um pode não ser pra você e vice-versa. Situe-se, analise profundamente a sua situação e habitue-se a comparar-se com aqueles que, ao seu ver, estão bem piores do que você. E aqueles que você acha que estão melhores…te faço a pergunta: Será que estão mesmo???? Os ricos também tem depressão e das piores. Se os babacas não compreendem como um desempregado pode ter depressão, imagine o que eles pensam de alguém que tem tudo na vida, mas que não sai do Consultório do Analista….Portanto, os depressivos ricos ou de classe media alta são mais incompreendidos ainda…

depressão

º

º

Mas se você realmente liga a sua depressão à falta de bens materiais, pense nas pessoas que não tem o que vestir, o que comer, ao menos beber. Muita gente não pode ler textos de auto-ajuda, por exemplo, pois são analfabetos, outras estão com graves doenças, algumas incuráveis,  extremamente dolorosas…. Aproveite seu estado de saúde para melhorá-lo ainda mais. Faça exames periódicos, faça atividades físicas e estimule sua auto-estima. Renove-se! Se temos depressão quando sadios, o que será de nós quando vier uma grave doença??? A depressão causa câncer, por exemplo….pensemos nisso.

º

º

Concluindo, aí vão minhas dicas:

Alimentação:

Mais equilibrada possível – Você até pode comer carnes e frituras moderadamente (caso não consiga se abster delas), contanto que abuse de frutas, principalmente abacaxi, maçã e laranja. Inclua alho cru na sua comida diariamente, cebola crua e saladas de todo tipo. Quanto mais moderada for sua dieta, melhor vai ficar sua pele, cabelos, intestino (coma fibras) e, consequentemente, ao notar isso no espelho, sua auto-estima aumentará.Particularmente uso gengibre também, noz moscada, chá-verde, hortelã, orégano etc. Sempre pela manhã ou no almoço, pois esses energéticos tiram o sono se consumidos à noite.Se voce tem zumbido no ouvido, experimente o Gingko Biloba por pelo menos 3 meses. Essa raiz também resolve problemas de varizes e hemorroidas.

º

Atividades Físicas Caminhadas matinais ou no fim de tarde são excelentes. Natação, melhor ainda…hidroginástica, excelente! Artes marciais também seria legal. Eu faço musculação e ajuda muito. Se você aprecia dança, entre numa aula. Exercícios de respiração são importantíssimos e atingem a fonte determinante do cérebro. Inspirar o tempo que aguentar e soltar o ar, como se estivesse soltando todos os problemas que o afligem. Faça isso diariamente, repetidas vezes, até se sentir melhor. Alongamentos ao se levantar e ao deitar…..relaxa bastante.

º

Lazer e Trabalho

Faça um curso de violão! Curso de pintura! Vá pescar (aprenda a nadar primeiro) Artesanato é bom demais!!!! Leia bons livros, escreva um livro. Escreva sobre suas experiências depressivas e de como está lutando bravamente contra ela. Aprenda a fazer sites ou blogs e faça como eu, por exemplo. Fiz e estou fazendo o Planeta Holder. Se é um bom blog ou uma porcaria, pouco importa. O que importa é que eu FIZ!!!!! e fiz ele com crises de depressão, começava a digitar totalmente desanimado e desestimulado, mas ao concluir um texto ou página, me sentia vitorioso e satsifeito.

º

Amizades

Procure amizades com pessoas alegres, mas que sejam realistas. Conselhos do tipo “saia dessa, deixa de ser bobo, vamos pra balada que você sara” não ajuda em nada. O amigo em questão tem de ser solidário sem menosprezar a depressão alheia. Os babacas costumam ridicularizar a depressão por desconhecerem completamente do que se trata. E são falsos amigos….se você tiver recaídas após ele ter levado você a inúmeras festas, eles o abandonarão, dizendo que você está depressivo(a) porque quer, porque é pessimista e gosta de sofrer.É o mal de acharem que depressão não passa de uma simples tristeza….ledo engano…

º

Treine o cérebro

Diga a esse explorador robótico que quem manda agora nessa porra é você!!! Pratique diariamente a técnica de enganar o cérebro. Normalmente é ele quem nos engana o tempo todo ao nos dizer que somos infelizes. Usando o cérebro a nosso favor, poderemos até mesmo reduzir dores físicas, como já provado em experiências por cientistas. Por pensar positivo e fazer auto afirmação diante do espelho, meditando, orando, falando sozinho, vai chegar um ponto em que o cérebro acreditará em você. Seja convincente!!! Eu sou feliz, !!!!!!!!!!!!!!! Se as dores do corpo continuam, se as angustias vão e voltam, faz parte do processo. Você só andará mil quilômetros se der os primeiros passos. Nunca desista. Se cair na escada, não volte ao ponto inicial pra começar tudo de novo, mas prossiga de onde caiu, siga em frente. Acabar em minutos ou horas com uma depressão que o atormenta ha anos, só se for através de mágica ou milagre divino. A palavra ordem é “lutar” e portanto, sigamos lutando contra a depressão!  Abraços

Addy Holder

Veja também: “Você já amou sua família hoje?”

Digite seu e-mail para receber atualizações do Planeta Holder:

 

Delivered by FeedBurner

 

 

Facebook Comments